2º Encontro de Sanfonas homenageará José Auclimar de Morais "Baiar".




José Auclimar de Morais, conhecido popularmente como “Baiar”, nasceu na cidade de Major Sales no dia 21 de dezembro de 1986. Filho do casal Raimunda Nonata da Silva e Francisco Chagas de Morais, casou-se com Jessica da Silva Souza e se tornou pai de quatro filhos,  Emerson Rai, Miguel Arcanjo, Pedro Lucas e Maria Alicia.

Sua história na sanfona teve inicio graças a um teclado que seu irmão o enviou de São Paulo no ano de 1996, aprendendo as primeiras notas e ganhando gosto pela musica. Baiar sempre observou seus irmãos que também tocavam, e assim foi desenvolvendo suas habilidades musicais no teclado, pois na época era muito difícil adquirir uma sanfona. Só aos 13 anos de idade, Baiar  teve o seu primeiro contato com a sanfona, instrumento com qual sempre sonhou possuir.

No ano de 2002 o seu tio “Zé Chagas” que também é sanfoneiro emprestou-lhe uma sanfona para que que pudesse aprender em casa, deste dia em diante foi sempre buscando se aprofundar na musica e nos conhecimentos relacionados a sanfona, tendo sempre como incentivo maior o seu inesquecível irmão Arleudo Morais, mais conhecido como “Sassá” que infelizmente faleceu após um acidente, deixando assim uma grande lacuna na família e partindo assim um dos primeiros professores de música que Baiar teve durante sua aprendizagem.

A dedicação o acesso permanente ao instrumento se deu em 2009 quando teve a oportunidade de participar das oficinas de sanfonas ministradas por Piaza (em memória) e Chico Severiano. Tudo isso foi possível devido o Projeto Caboclos de Major Sales  desenvolvido pela Associação Comunitária Sociocultural de Major Sales e patrocinado pela Petrobrás Cultural.

Através de sua participação como sócio da Associação Comunitária Sociocultural de Major Sales, pode dedicar-se a profissão de sanfoneiro, participando como músico do Projeto Orquestra Sanfônica "Trupé do Sertão" patrocinado pelo BNB Cultural. Devido ao seu destaque como músico foi promovido pelo Professor e Maestro Cláudio Araújo a categoria de Maestro da referida orquestra, na qual permanece até hoje.

Atualmente Baiar permanece sócio da Associação Comunitária Sociocultural de Major Sales onde desenvolve as seguintes atividades: Maestro e produtor das Orquestras Sanfônicas Adulta "Trupé do Sertão e Mirim e oficineiro da oficina "Toque de Sanfona" destinada as crianças e adolescentes do município.

Atua nos projetos "Uma ação de continuidade da cultura afro brasileira" pelo Criança Esperança e "Educação Integral em Construção" do Prêmio Itaú-Unicef em parceria com a Escola Municipal Antônio José da Rocha.